86% dos executivos do setor automotivo dizem que governo deve acelerar vacinação


A onda de otimismo que se formou no setor automotivo no segundo semestre de 2020 transformou-se em marolinha com o avanço da segunda onda de Covid-19 no início deste ano. É o que mostra a edição 2021 da pesquisa Cenários para a Indústria Automobilística Brasileira, realizada no Brasil há oitos anos pela consultoria alemã Roland Berger em parceria com o portal Automotive Business. O surto de contágios e mortes do coronavírus contaminou as perspectivas de toda a cadeia automotiva. Segundo o levantamento, 66% dos executivos acreditam que a recuperação das perdas durante a pandemia ainda levará mais de um ano para ocorrer. Nesse grupo, 20% acreditam que vai demandar de dois a cinco anos para a retomada. A maioria, 86% declarara que o governo precisa acelerar o processo de vacinação para garantir a retomada. A pesquisa mostra ainda que 7 em cada 10 entrevistados consideram que a vacinação é essencial para a recuperação do setor automotivo. No que se refere aos desafios para o ano, 75% apontam que a cadeia de fornecedores vai exigir atenção. Um destaque: 59% apontam que a retomada das operações vai ter de lidar com a quebra no fornecimento de insumos. O setor tem sido forçado a reduzir a produção no mundo pela falta de componentes, em especial semicondutores. Para ler esta notícia na íntegra, clique aqui.

Autor/Veículo: Folha de S.Paulo

(65) 3052-9562

(65) 99628-7747

Av. Isaac Póvoas, 1331, 2º Andar,

Sala 22, Edificio Milão

CEP: 78045-440 - Cuiabá/MT

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

Temos tantas coisas interessantes acontecendo, seja o primeiro a descobrir!

Fenabrave-MT © Todos os Direitos Reservados